Canal de notícias

Dicas infalíveis para você caminhoneiro economizar na estrada

Todo caminhoneiro sabe que colocar o pé na estrada exige alguns custos. Mas qual seria a melhor forma de economizar nos trajetos?

O consumo de combustível é um dos gastos mais altos para os motoristas. Só para se ter uma ideia, de acordo com o Anuário Estatístico Brasileiro do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis 2015, elaborado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), no ano de 2014 o preço da gasolina subiu 4,8% e o óleo diesel teve um aumento de 8,3%. Pensando nisso, aqui vão três dicas para quem deseja economizar no abastecimento, sem perder o ritmo no volante.

Dirija com eficiência
Vai por o pé na estrada? Lembre-se de também colocar o pé no freio e no acelerador com cautela. Isso é válido tanto para segurança, quanto para a economia. Acelerar bruscamente, por exemplo, provoca uma queima excessiva de combustível. Vale lembrar: sempre respeite os limites de velocidade.

Para entender melhor como dirigir com eficiência, a Confederação Nacional de Transporte (CNT) anunciou este mês a inclusão de simuladores nos treinamentos SEST SENAT – Eficiência e Segurança no Trânsito, destinado aos motoristas profissionais de cargas e passageiros. Um dos conteúdos do treino é justamente sobre como ter uma condução segura e econômica.

Não ignore a manutenção
Deixar a manutenção do caminhão em dia com certeza trará mais eficiência ao veículo e, com tudo em ordem, o consumo de combustível tende a ser regular. O mau funcionamento do filtro de ar, por exemplo, pode causar um entupimento e assim permitir a entrada de ar na câmara de combustão, resultando em uma alta do consumo.

Fique atento aos três P’s: peso, pneu e ponto morto
Esses fatores influenciam bastante a vida de quem está sempre com o pé na estrada. Por quê? Saiba os motivos:

Peso – A sobrecarga é um dos vilões dos gastos com combustível. Sempre preze pelolimite estabelecido.

Pneu – Quando os pneus estão calibrados, o desempenho do caminhão melhora em até 30%.

Ponto morto – Abusar dessa prática – o famoso “andar na banguela” – pode danificar acaixa de transmissão, o que impacta na marcha. Consequentemente, o consumo do combustível aumenta.

Tecnologia sustentável é caminho para a economia também
Para cumprir a meta de eliminar o uso de combustíveis fósseis até 2030, a Suécia colocou em ação o plano de construir autoestradas elétricas. O projeto, desenvolvido pela Siemens, foi batizado de eHighway e já tem dois quilômetros implementado no norte de Estocolmo.

A boleia de caminhões híbridos possui um mecanismo chamado pantógrafo, que é acionado de forma automática ao entrar no trecho elétrico, cortando assim o consumo de combustível.

Colocar o pé na estrada desse jeito é economia na certa.

Fonte: www.revistacaminhoneiro.grupott.com.br
Voltar

Encontre sua notícia


Acompanhe nossas notícias

Seja um agregado

Faça seu cadastro agora Estamos contratando.

Selo Selo

© 2018. TRANSAC. Todos os Direitos Reservados. | Desenvolvido por: Cliecom Marketing Digital.